No universo do gerenciamento de bancos de dados, os tipos de dados primitivos desempenham um papel essencial na definição da estrutura e organização das informações. No MySQL, o entendimento adequado desses dados é fundamental para garantir a precisão dos dados armazenados e otimizar o desempenho das operações. Então, vem aprender sobre tipos primitivos MySQL neste artigo.

Vamos explorar esses dados de forma completa e aprofundar sua compreensão sobre os diferentes tipos de dados oferecidos pelo MySQL, seus recursos distintos e mais!

MySQL dados primitivos

💡 Leia também: Como criar um banco de dados?

Quais são os tipos de dados em banco de dados?

Primeiramente, vamos abordar os tipos de dados de maneira geral, e então entederemos melhor no MySQL. Vamos lá!

Em banco de dados, existem vários tipos de dados que são utilizados para armazenar diferentes tipos de informações.

Esses tipos de dados são projetados para acomodar uma variedade de valores, desde números até texto e datas. Veja abaixo alguns dos tipos de dados comuns:

  1. Números:
    • Inteiros (INT, INTEGER): Representa números inteiros, positivos ou negativos, sem casas decimais.
    • Números de ponto flutuante (FLOAT, DOUBLE): Representa números com casas decimais.
  2. Texto:
    • Caractere (CHAR, CHARACTER): Armazena uma sequência fixa de caracteres.
    • Varchar (VARCHAR, VARIABLE CHARACTER): Armazena uma sequência variável de caracteres.
    • Texto (TEXT): Usado para armazenar grandes quantidades de texto.
  3. Datas e Horas:
    • Data (DATE): Armazena datas (ano, mês e dia).
    • Hora (TIME): Armazena horários do dia.
    • Data e Hora (DATETIME, TIMESTAMP): Armazena data e horário juntos.
  4. Booleano:
    • Booleano (BOOL, BOOLEAN): Armazena valores verdadeiro (TRUE) ou falso (FALSE).
  5. Imagens e Arquivos:
    • Blob (BINARY LARGE OBJECT): Usado para armazenar dados binários, como imagens, áudio ou outros tipos de arquivos.
  6. Outros Tipos Especiais:
    • Enumeração (ENUM): Define um conjunto de valores possíveis.
    • Conjunto (SET): Similar a ENUM, mas pode armazenar múltiplos valores selecionados.
  7. Tipos Geoespaciais (para Sistemas de Informações Geográficas):
    • Pontos, linhas, polígonos, etc., utilizados para representar informações geográficas.
  8. Tipos Personalizados:
    • Em alguns sistemas de banco de dados, você pode criar tipos de dados personalizados.

Lembrando que a disponibilidade de tipos de dados pode variar entre os diferentes sistemas de gerenciamento de banco de dados (SGBDs), como MySQL, PostgreSQL, Oracle, SQL Server, entre outros. Cada SGBD pode ter sua própria implementação e nomenclatura para esses tipos de dados.

O que são tipos primitivos MySQL?

No contexto do MySQL, os “tipos primitivos” referem-se aos tipos de dados básicos e fundamentais fornecidos pelo próprio sistema de gerenciamento de banco de dados. Dessa forma, esses tipos de dados são usados para representar os valores mais simples que podem ser armazenados nas colunas de uma tabela do MySQL.

Veja alguns exemplos dos tipos de dados primitivos do MySQL:

  1. Tipos numéricos inteiros:
    • TINYINT
    • SMALLINT
    • MEDIUMINT
    • INT
    • BIGINT
  2. Tipos numéricos de ponto flutuante:
    • FLOAT
    • DOUBLE
  3. Tipos de data e hora:
    • DATE
    • TIME
    • DATETIME
    • TIMESTAMP
    • YEAR
  4. Tipos de texto:
    • CHAR
    • VARCHAR
  5. Outros tipos de dados:
    • BINARY
    • VARBINARY
    • BLOB
    • TEXT
    • ENUM
    • SET

Eles constituem a base para construir estruturas mais complexas e você pode combiná-los com restrições, como chaves primárias e chaves estrangeiras, para assegurar a integridade e consistência dos dados em um banco de dados relacional.

Campos X Dados

Em um banco de dados relacional, as informações são organizadas em tabelas. Cada tabela é composta por uma série de colunas, e cada coluna é conhecida como um “campo”.

Os campos representam atributos específicos dos registros presentes na tabela. Por exemplo, em uma tabela de “Clientes”, os campos podem incluir “Nome”, “Idade”, “Email” e outros atributos relevantes.

Cada campo possui um tipo de dado associado, que define o formato ou natureza dos valores que podem ser armazenados nele. Esses tipos de dados podem variar, permitindo armazenar informações como texto, números inteiros, datas, entre outros.

Os “dados” são as informações reais que são armazenadas nos campos de uma tabela. Cada registro na tabela contém um conjunto de dados correspondentes aos campos definidos. Por exemplo, se temos um registro de cliente na tabela de “Clientes”, os dados correspondentes aos campos podem ser “Maria Silva” para o campo “Nome”, “30” para o campo “Idade” e “maria@email.com” para o campo “Email”.

Em resumo, em um banco de dados relacional, os campos atuam como contêineres que estabelecem os atributos das informações a serem armazenadas. Por outro lado, os dados são os valores reais que preenchem esses campos para representar informações específicas de cada registro na tabela.

Juntos, campos e dados formam a estrutura básica de uma tabela e são fundamentais para organizar e armazenar informações de forma eficiente e organizada.

Por exemplo, você pode ter um tipo de dado VARCHAR que define que uma coluna pode armazenar strings de texto com tamanho variável. E então, você cria um tipo de campo chamado “Nome” com o tipo de dado VARCHAR para armazenar os nomes dos funcionários em uma tabela de funcionários no MySQL. Sendo assim, o tipo de dado é VARCHAR e o tipo de campo é a coluna “Nome” na tabela.

Quais são os três tipos básicos de dados do MySQL?

Já citamos eles logo ali em cima, mas vamos nos aprofundar um pouco. No MySQL, os três tipos básicos de dados são:

Números (Numeric)

No MySQL, os principais tipos de dados numéricos são:

INT (Integer):

Representa números inteiros, positivos ou negativos.

Tamanho padrão é de 4 bytes, permitindo armazenar valores na faixa de -2.147.483.648 a 2.147.483.647 (ou de -2^31 a 2^31-1).

BIGINT:

Representa números inteiros maiores, com um tamanho de 8 bytes.

Permite armazenar valores na faixa de -9.223.372.036.854.775.808 a 9.223.372.036.854.775.807 (ou de -2^63 a 2^63-1).

FLOAT:

Representa números de ponto flutuante de precisão simples.

Armazena valores aproximados com 4 bytes de tamanho.

Adequado para casos em que precisão adicional não é crucial, como cálculos científicos ou gráficos.

DOUBLE:

Representa números de ponto flutuante de precisão dupla.

Armazena valores aproximados com 8 bytes de tamanho.

Oferece maior precisão em comparação com FLOAT, sendo indicado para cálculos financeiros e científicos mais complexos.

DECIMAL ou NUMERIC:

Representa números decimais com precisão fixa.

Permite definir a precisão (número total de dígitos) e a escala (número de dígitos após o ponto decimal).

Adequado para cálculos financeiros e casos em que a precisão é crítica.

Esses tipos de dados numéricos são essenciais para a representação precisa e eficiente de valores numéricos no banco de dados, uma vez que eles permitem que você realize operações aritméticas, cálculos estatísticos e manipulação de dados quantitativos de maneira eficaz.

Além disso, o uso correto desses tipos de dados ajuda a otimizar o uso de espaço de armazenamento e melhorar o desempenho das consultas.

Texto (Character)

Os principais tipos de dados de texto no MySQL são:

CHAR:

O tipo CHAR armazena strings de tamanho fixo.

Você precisa especificar o tamanho ao criar a coluna CHAR, e o MySQL aloca exatamente esse número de caracteres para cada valor armazenado, preenchendo com espaços em branco caso o valor seja menor que o tamanho definido.

Por exemplo, se você define uma coluna CHAR(10) e insere o valor “ABC” nessa coluna, o MySQL armazenará “ABC ” (com sete espaços em branco) no banco de dados.

VARCHAR:

O VARCHAR é usado para armazenar strings de tamanho variável.

É necessário especificar o tamanho máximo da coluna ao criá-la, mas o MySQL alocará apenas o espaço necessário para armazenar os valores inseridos, economizando espaço de armazenamento.

Por exemplo, se você define uma coluna VARCHAR(10) e insere o valor “ABC” nessa coluna, o MySQL armazenará apenas “ABC”, sem preenchimento adicional com espaços em branco.

TEXT:

O tipo TEXT é usado para armazenar textos de comprimento variável, geralmente com tamanhos maiores que os permitidos por VARCHAR.

O MySQL oferece quatro variantes do tipo TEXT: TINYTEXT, TEXT, MEDIUMTEXT e LONGTEXT, com tamanhos máximos crescentes.

O TEXT é ideal para armazenar grandes quantidades de texto, como parágrafos, documentos ou conteúdos de blogs.

ENUM:

Por fim, o ENUM cria uma lista de valores permitidos para uma coluna.

Ao criar a coluna, você pode definir os valores possíveis e o MySQL garantirá que a coluna armazene somente esses valores.

Por exemplo, você pode definir uma coluna ENUM(‘sim’, ‘não’) para armazenar apenas “sim” ou “não” como valores válidos.

Esses tipos de dados são úteis para armazenar informações que não possuem um formato estruturado fixo, como números ou datas. Eles permitem que você armazene, recupere e manipule dados de texto de maneira flexível, tornando-os uma parte essencial do modelo de dados do MySQL.

Data e Hora (Date and Time)

Por fim, no MySQL, os principais tipos de dados de data e hora são:

DATE:

O tipo DATE é usado para armazenar datas no formato “AAAA-MM-DD” (ano-mês-dia).

Ele pode representar datas de 1000-01-01 a 9999-12-31.

TIME:

O tipo TIME é usado para armazenar horários no formato “HH:MM:SS” (hora:minuto:segundo).

Pode representar horários de -838:59:59 a 838:59:59.

DATETIME:

O tipo DATETIME armazena datas e horários combinados no formato “AAAA-MM-DD HH:MM:SS” (ano-mês-dia hora:minuto:segundo).

Ele pode representar datas e horários de 1000-01-01 00:00:00 a 9999-12-31 23:59:59.

TIMESTAMP:

O TIMESTAMP é usado para armazenar datas e horários, assim como o DATETIME.

No entanto, o TIMESTAMP também é usado para rastrear automaticamente a data e hora da última modificação de um registro na tabela. Isso é útil para registrar alterações e atualizações.

YEAR:

Por fim, o tipo YEAR é usado para armazenar anos de quatro dígitos, como “AAAA” (por exemplo, 2023).

Ele pode representar anos de 1901 a 2155, com o valor especial ‘0000’ usado para representar anos não especificados ou inválidos.

Esses tipos de dados são especialmente úteis para rastrear eventos temporais, agendar tarefas e armazenar informações relacionadas a datas e horários no banco de dados MySQL.

Ao escolher o tipo de dado correto para cada coluna, é essencial considerar a precisão e a faixa de valores que você planeja armazenar. Pois, isso assegura uma representação precisa de datas e horários, além de otimizar as operações de consulta.

Enfim, esses três tipos básicos de dados são fundamentais para a criação de tabelas no MySQL, pois permitem representar uma ampla variedade de informações em bancos de dados.

A escolha do tipo de dado adequado é crucial para garantir a precisão dos dados, economizar espaço de armazenamento e melhorar o desempenho das consultas ao banco de dados.

Portanto, é importante compreender as características e limitações de cada tipo de dado para tomar decisões informadas durante o projeto do banco de dados e o desenvolvimento de aplicações.

Todo desenvolvedor deve entender banco de dados?

Sim, todo desenvolvedor deve ter um entendimento, mesmo que básico, sobre bancos de dados. Os bancos de dados são fundamentais para armazenar, gerenciar e recuperar dados em aplicações.

Embora nem todos os desenvolvedores precisem se tornar especialistas em bancos de dados, um conhecimento básico sobre como os bancos de dados funcionam e como interagir com eles é uma habilidade valiosa que pode melhorar a qualidade e a eficiência do desenvolvimento de software.

Entendeu tudo sobre os tipos primitivos MySQL?

Enfim, terminamos este artigo! Ao longo dele, mergulhamos no mundo dos tipos primitivos do MySQL, explorando conceitos fundamentais e importantes práticas para o gerenciamento eficiente de bancos de dados.

Compreendemos também que os tipos de dados primitivos desempenham um papel essencial na estruturação dos dados armazenados e na otimização do desempenho das operações no MySQL.

Além disso, aprendemos sobre os três tipos básicos de dados do MySQL: numéricos, de texto e de data e hora. Cada tipo tem características distintas, e você precisa escolher o tipo de dado certo para cada coluna em uma tabela, levando em conta os requisitos específicos do seu projeto.

Ademais, abordamos as considerações cruciais para otimização do esquema do banco de dados, entendendo a importância de escolher os tamanhos adequados e evitar o desperdício de espaço.

O entendimento dos tipos primitivos do MySQL permitirá que você tome decisões informadas, garantindo a integridade dos dados, melhorando o desempenho e a escalabilidade, e tornando suas aplicações ainda mais bem-sucedidas.

Para entender ainda mais sobre esse enorme universo dos bancos de dados, não deixe de conferir os cursos da Hora de Codar que abordam este tema.

Por fim, além dos cursos da Udemy, você pode também visitar o canal no YouTube, lá está repleto de conteúdo gratuito que serão muito úteis para sua carreira, seja em banco de dados ou outra área da programação.

Espero que este artigo tenha te ajudado! 😉

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments