Conheça o SQL, a linguagem de programação padrão para gerenciar e consultar banco de dados relacionais

O que é SQL

A linguagem SQL é o recurso mais conhecido por desenvolvedores de banco de dados e programadores para a execução de comandos em bancos de dados relacionais. É devido ao SQL que é possível criar tabelas, colunas, índices, atribuir permissões a usuários, e realizar consultas de dados. Em resumo, o SQL permite que nós conversemos com o banco de dados!

A descrição acima já mostra toda a importância de compreender e ter domínio sobre o SQL. Mas além disso, saiba que ele não facilita apenas a execução de tarefas em sistemas de gerenciamento de banco de dados, como também o diálogo entre profissionais de banco de dados e programadores.

Portanto, aprender sobre SQL é fundamental para qualquer um que deseja atuar na área de desenvolvimento, seja diretamente em banco de dados, ou não!

💡 Leia também: Livros sobre banco de dados: top 05 melhores

O que é SQL?

O SQL é uma linguagem padrão para manipulação de registros em banco de dados relacionais. A sigla SQL vem dos termos em inglês “Structured Query Language”, que em português pode ser traduzido como “Linguagem de Consulta Estruturada”. 

Ele foi desenvolvido originalmente nos laboratórios da IBM na década de 70 e tem sido padronizado desde a década de 80 para se tornar a linguagem padrão de gerenciamento de informações em um banco de dados relacional.

Um banco de dados relacional armazena os dados em formatos similares a tabelas, com as quais é possível construir relações entre si, facilitando a inserção e a recuperação das informações.

Com o SQL, é possível consultar a base de dados informando diversos tipos de parâmetros (seguindo algumas regras e normas da linguagem), podendo obter grandes quantidades de informação de diferentes fontes (no caso, tabelas) com poucas instruções.

É uma linguagem que apresenta sintaxe simples, sendo assim, é fácil de ser aprendida por pessoas iniciantes na área de programação.

Para que serve e onde é usado o SQL?

O SQL é usado para fazer qualquer tipo de manipulação dos registros de um banco de dados, seja criar, inserir, atualizar, excluir e consultar as informações armazenadas na base, além de diversas outras funções um pouco mais complexas.

Atualmente, vários Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados que são bastante utilizados no mercado são baseados em SQL. Isso devido ao fato de que a linguagem SQL foi criada justamente para facilitar o gerenciamento de dados armazenados em bancos do tipo relacional, que armazenam as informações em estruturas semelhantes a tabelas, permitindo que sejam criadas relações entre elas.

Alguns dos principais sistemas que utilizam essa linguagem são:

  • MySQL: criado pela Oracle, é uma opção que oferece serviços gratuitos e pagos;
  • PostgreSQL: muito usado em aplicações web essa é uma opção gratuita de código aberto;
  • Oracle: conhecido pela sua segurança, esse sistema é um dos mais usados por grandes corporações;
  • SQL Server: desenvolvido pela Microsoft, ele oferece tanto serviços pagos quanto versões gratuitas para download.

Aqui na Hora de Codar têm cursos para você quer se aprofundar em SQL e dominar a linguagem para se tornar um profissional ainda mais completo!

Importância do SQL no mercado

A maioria das empresas armazena seus dados em bancos de dados relacionais que são gerenciados usando o SQL, o que torna essa tecnologia tão importante.

Além disso, é uma linguagem bastante versátil, que pode ser usada para realizar diversas operações, como:

  • consulta de dados;
  • criação e gerenciamento de tabelas e índices;
  • adição e remoção de dados de tabelas;

Entre outras finalidades.

Dessa forma, é muito provável que todo programador tenha contato direto ou indireto com algum Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados e vai utilizar essa linguagem em algum momento da carreira. Logo, profissionais que possuem conhecimento em SQL se destacam mais no mercado e podem trabalhar em diversas áreas e setores, como tecnologia da informação, finanças, saúde, logística, entre outras. 

Sendo assim, dominar o SQL é uma habilidade fundamental para qualquer pessoa que trabalhe com desenvolvimento, e não somente para quem lida de forma direta com banco de dados.

SQL ajuda a viabilizar decisões de negócio

Hoje em dia, o armazenamento de informações é muito importante para grande maioria das empresas. Isso porque, através dos dados armazenados, é possível extrair informações que podem influenciar decisões de negócios. Por exemplo, se o setor de marketing de uma loja virtual que tem banco de dados, percebe através dele que a maioria dos clientes residem no Sudeste, ela pode pensar em ações e promoções voltadas a essa região em especifico, o que poderá aumentar as vendas.

Mas isso foi apenas um exemplo, pois bancos de dados são extremamente importante e úteis para diversas coisas!

Porque aprender SQL?

Existem diversos motivos para dominar essa linguagem, inclusive já citamos alguns até aqui, mas vamos falar de maneira um pouco mais aprofundada! Veja abaixo:

1. SQL é usada em diversas aplicações

Atualmente, a linguagem SQL é usada nas mais variadas aplicações, incluindo em sistemas de grandes empresas da tecnologia, como Amazon e Google. É possível observar o SQL em quase todo lugar! Independente da linguagem de programação que você optar para se especializar, você precisará se comunicar com uma base de dados.

Por isso, mesmo que você não vá trabalhar diretamente com bancos de dados, é bem provável que em algum momento você terá contato com SQL, como dissemos anteriormente. E ter esse conhecimento vai fazer toda a diferença!

2. É fácil de aprender

Por ser uma linguagem declarativa com sintaxe muito semelhante ao inglês, o aprendizado em SQL ocorre quase que de maneira intuitiva. É possível começar pelos comandos mais simples e deixar o aprendizado mais fácil. Além disso, em comparação com outras linguagens, o SQL tem aplicações mais diretas, e não demanda de tanto raciocínio lógico como acontece com Python, por exemplo.

3. Você vai ser um(a) desenvolvedor(a) melhor

Ter um bom conhecimento em SQL fará com que você veja uma maior quantidade de possibilidades para desenvolver uma solução em determinado projeto, pois, essa habilidade muda a perspectiva na hora de programar. Além disso, esse conhecimento é essencial para quem quer atuar como profissional Full Stack.

4. SQL é uma linguagem estável

Ao contrário de algumas outras linguagens que perdem força com o tempo, o SQL continua sendo amplamente utilizado para a manipulação de dados, mesmo sendo uma linguagem considerada antiga. Lembra lá no começo que dissemos que vem sendo trabalhada como linguagem padrão para gerenciamento de banco de dados desde a década de 80? Pois é! Por isso, ela é vista como uma linguagem estável e que se adapta às evoluções das demais linguagens. O tempo investido no seu aprendizado com certeza será recompensado. 

5. Você vai ter mais oportunidades no mercado

Por fim, com tantos sistemas utilizando SQL por aí, a oferta de empregos na área não para de aumentar. Portanto, ter experiência no seu currículo com essa linguagem certamente vai ajudar você a conseguir ofertas de trabalho mais interessantes, pois você terá um diferencial no seu currículo. Mas, esse diferencial pode ser complementado com outros elementos, como inglês fluente e networking com profissionais da área, por exemplo.

Quem deve aprender a SQL?

Todas as pessoas que querem trabalhar com BI (business intelligence), big dataanalyticsou seja, quem é ou quer ser analista de dadosanalytics engineerou quem tem interesse em engenharia de dados, também quem está estudando em cursos de engenharia e quer entrar nessa área, e até quem já possui conhecimento em Excel.

E claro, desenvolvedores!

Como é o mercado de trabalho para SQL?

O mercado de trabalho para quem tem conhecimentos em SQL é bastante promissor, seja para quem pretende atuar diretamente com banco de dados ou para quem quer ser um desenvolvedor mais completo.

As principais possibilidades, por exemplo, é trabalhar como Desenvolvedor de Banco de Dados ou Administrador de Banco de Dados. Quem atua nesse cargo é responsável por implementar, monitorar, atualizar e garantir a segurança do banco, o que requer um alto nível de conhecimento em SQL. 

Entretanto, existem vários outros cargos promissores nos quais você pode encontrar oportunidades. Afinal, muitas áreas da tecnologia exigem algum nível de conhecimento em SQL. Entre elas, podemos citar:

  • Engenharia de Software;
  • Business Intelligence;
  • Data Science;
  • Programação;
  • Analista de Sistemas, entre outros.

Comandos, funções e operadores de SQL

Comandos

Alguns dos principais comandos em SQL são:

  • SELECT: busca linhas em uma tabela de acordo com os critérios definidos;
  • INSERT: insere novas linhas na tabela;
  • UPDATE: atualiza as informações de uma ou mais linhas de acordo com os critérios definidos;
  • DELETE: remove uma ou mais linhas da tabela de acordo com os critérios definidos.

Existem outros subconjuntos de comandos também muito utilizados em bancos de dados SQL, como o CREATE, que cria tabelas, e o JOIN, LIKE e GROUP BY, que auxiliam em buscas mais complexas.

Junto dos comandos existem as cláusulas, elas são condições que devem ser respeitadas para definir ou modificar os dados que serão retornados pelas consultas. As principais são:

  • FROM: especifica a tabela a ser consultada;
  • WHERE: especifica as condições que devem reunir os registros retornados;
  • ORDER BY: ordena os registros retornados em uma ordem específica;

Vamos ver alguns exemplos:

Digamos que estamos trabalhando em cima de uma tabela chamada users (usuários), que tem os campos name, email e password (nome, email e senha).

SELECT * FROM users;

Essa query seleciona todos os registros da tabela users e retorna todas as colunas. Pode ser utilizada para listar todos os usuários cadastrados no sistema.

SELECT name, email FROM users WHERE id = 1;

Essa query seleciona apenas as colunas name e email da tabela users para o usuário com id igual a 1.

É uma forma de buscar informações específicas de um usuário.

INSERT INTO users (name, email, password) VALUES ('João', 'joao@example.com', 'senha123');

Essa query insere um novo registro na tabela users com os valores especificados para as colunas nameemail e password.

Pode ser utilizada para cadastrar um novo usuário no sistema.

UPDATE users SET name = 'José', password = 'nova_senha' WHERE id = 1;

Essa query atualiza os valores das colunas name password para o usuário com id igual a 1 na tabela users.

É uma forma de atualizar as informações de um usuário já cadastrado no sistema.

DELETE FROM users WHERE id = 1;

Essa query deleta o registro correspondente ao usuário com id igual a 1 na tabela users.

Pode ser utilizada para remover um usuário do sistema.

Funções

As funções de agregação são aquelas que agregam mais de um valor em um único resultado, ou seja, elas agrupam valores de várias linhas e fornecem um único valor final.

Elas são muito utilizadas por grandes empresas que, diariamente, precisam de informações rápidas e reduzidas, como lucro bruto e lucro líquido, por exemplo.

As mais populares são:

  • MAX: valor máximo de determinada coluna;
  • MIN: valor mínimo de determinada coluna;
  • SUM:  soma dos valores em uma única coluna ;
  • AVG: calcula a média aritmética dos valores em uma única coluna;
  • COUNT: retorna o total de linhas selecionadas;
  • GROUP BY: separa os dados de uma coluna especificada em grupos com base em seus valores;
  • HAVING: fornece apenas as linhas em que os valores agregados atendem às condições especificadas;
  • ALIAS: atribui um “apelido” a uma coluna gerada por uma função.

Operadores relacionais

Os operadores relacionais são sinais cuja função é comparar valores. Se você lembra das aulas de matemática na escola, essa parte vai ser fácil!

Os mais populares operadores relacionais são os sinais de:

  • > (maior);
  • < (menor);
  • >= (maior ou igual);
  • <= (menor ou igual);
  •  = (igual);
  • <> (diferente).

Operadores lógicos

Os operadores lógicos validam as condições, ou testam sua legitimidade.

Ao utilizar um operador lógico, ele retorna valores que podem ser TRUEFALSE ou UNKNOWN, ou seja: verdadeiro, falso ou desconhecido.

Os operadores lógicos mais populares são: 

  • ALL;
  • AND;
  • BETWEEN;
  • IN;
  • LIKE;
  • NOT;
  • OR;
  • SOME.

Os 5 subconjuntos da linguagem SQL

A linguagem SQL apresenta uma organização estrutural muito bem definida que divide seus comandos em 5 subconjuntos diferentes que apresentam objetivos específicos. Veja!

DML: linguagem de manipulação de dados

O DML (Data Manipulation Language) define os comandos usados para manipular os dados armazenados em um banco. É um dos conjuntos mais utilizados, pois ele fornece operadores que nos permitem inserir, excluir e alterar os registros de uma tabela, por exemplo.

Os comandos mais importantes desse subconjunto são: INSERT, DELETE e UPDATE.

DQL: linguagem de consulta de dados

O DQL (Data Query Language) é o conjunto é essencial para que possamos consultar os dados que armazenamos em nosso banco.

O comando mais popular da linguagem, o SELECT.

DDL: linguagem de definição de dados

O DDL (Data Definition Language) apresenta comandos usados para gerenciar as estruturas do banco de dados. Com ele pode-se criar, atualizar e remover objetos da base, como tabelas e índices, por exemplo.

Os comandos definidos pelo DDL são: CREATE, DROP e ALTER.

DCL: linguagem de controle de dados

O DCL (Data Control Language) é o subconjunto no qual encontramos comandos para controlar o acesso aos dados da nossa base. Com ele conseguimos estabelecer restrições e permissões para quem acessa o banco por meio dos comandos GRANT e REVOKE.

DTL ou TCL: linguagem de transação de dados

O DTL (Data Transaction Language), também conhecido como TCL (Transaction Control Language), define comandos que utilizamos quando é necessário gerenciar transações feitas no banco, que permitem iniciar, confirmar e desfazer determinadas alterações.

Os comandos estabelecidos pelo conjunto são COMMIT, BEGIN e ROLLBACK.

Como posso aprender a trabalhar com SQL?

O ideal é começar trabalhando com uma base mais simples, com uma única tabela, que tenha o modelo de dados próximo do que você conhece e busca.

Aprender SQL é simples, desde que tenha empenho e pratica! Mas vamos te dar algumas dicas a seguir!

Aprendendo SQL de maneira eficiente

Aprenda SQL com a Hora de Codar

Temos cursos que com certeza farão total diferença no seu aprendizado e na construção da sua carreira. Confira!

No curso de “Design de banco de dados relacionais e modelagem de dados” você vai aprender:

  • Criar diagrama de banco de dados relacionais
  • Normalização de tabelas (NF1, NF2, NF3)
  • Planejamento de projetos a partir do banco de dados
  • Relacionamentos entre tabelas (1:1, 1:n, n:m)
  • Levantamento de requisitos de projeto
  • Utilizar o MySQL Workbench para criação de diagramas
  • Definição de tipos de dados e constraints para otimização de tabelas

Já em “SQL do básico ao avançado (com MySQL e Projeto)” você verá:

  • SQL e MySQL do básico ao avançado
  • Gerenciamento de bancos de dados
  • Gerenciamento de tabelas
  • Operações do CRUD com SQL (Create, Read, Update e Delete)
  • Unir tabelas com Joins (INNER, LEFT, RIGHT e outros)
  • Aggregate functions e Subqueries
  • Constraints (Foreign key, primary key, auto increment e outras)
  • Funções de SQL: para textos, dados númericos e datas
  • Relacionamento entre tabelas (One to One, One to Many e Many to Many)
  • Planejamento de banco de dados (análise de requisitos)
  • Diagrama de Entidades Relacionais (ER)
  • Projetar soluções com PHP e MySQL do absoluto zero

Além desses cursos, você pode também acessar diversos vídeos no nosso canal do YouTube e aprender de maneira totalmente gratuita!

Deixaremos essa sugestão abaixo para você! Um curso de SQL e MySQL de apenas 1 hora para você começar a se aprofundar no assunto.

Além dos cursos, temos algumas dicas para te ajudar durante seu aprendizado:

Vá com seu próprio ritmo com cursos online

O aprendizado online oferece a flexibilidade que nenhum outro curso pode oferecer. Você pode estudar o material em qualquer lugar, a qualquer momento e analisá-lo quantas vezes precisar para absorver as novas informações. Além disso, há também a acessibilidade que esses cursos proporcionam, podendo ser acessados de qualquer dispositivo móvel, o que dá a opção de escolher estudar onde se sentir mais confortável.

Tudo isso é muito importante para a maioria dos iniciantes, pois você pode ditar seu próprio ritmo e aprender no seu tempo.

Ao escolher entre as opções de curso, pense em quão valiosa é a chance de usar seu tempo com sabedoria. Você pode encontrar cursos online gratuitos e pagos, certifique-se sempre de escolher um curso a partir de um sistema conhecido e confiável. Embora um site desconhecido possa oferecer um curso muito mais barato ou gratuito, não há garantia de que você terá o curso preparado profissionalmente e com o material de qualidade.

Aproveite tudo o que a internet proporciona

Embora seja verdade que os cursos online são ótimos, não significa que você deve parar por aí! A Internet oferece muitos recursos úteis para o aprendizado. Você pode ver tutoriais, artigos e exemplos de SQL.

Guie-se pelas referências da linguagem

Ninguém espera que um iniciante se lembre de todos os conceitos relevantes ou regras de sintaxe. É normal se sentir um pouco perdido no começo! As linguagens de programação são extensas, e podem levar alguma tempo para serem absorvidas, nem mesmo programadores experientes se lembram de tudo! No entanto, como você vai ver como aprender SQL, e a como usar comandos SQL, você pode encontrar uma coisa chamada referências de linguagem.

As linguagens de programação mais difundidas possuem referências de linguagem, que servem como dicionários, enciclopédias e manuais. São guias úteis para iniciantes.

Pratique, pratique e pratique!

Sabe qual é a melhor maneira de aprender SQL? Escrevendo SQL!

É claro que cursos e revisões são muito importantes para o aprendizado, mas de nada adianta se ficar somente na teoria! Só podemos ver como algo funciona quando testamos.

O sistema de gerenciamento de banco de dados mais popular do mundo é o MySQL. Ele tem opção gratuita, é confiável e de código aberto. Se arrisque nele! Crie seus próprios bancos de dados e comece a experimentar vários comandos, digite algumas informações aleatórias em seu banco de dados… Aprenda enquanto usa! Dessa forma, você pode experimentar livremente sem o medo de reescrever ou destruir qualquer projeto!

Trabalhe como quiser

Desenvolvedores nunca param de aprender! Mesmo quando você estiver pronto para criar seus próprios projetos de maneira profissional, continuará adquirindo conhecimento e desenvolvendo habilidades.

Então, escolha livremente o seu estilo de trabalho. Essa é uma das maiores vantagens de ser programador! Você pode pertencer a uma grande equipe de profissionais, trabalhar em uma grande empresa, ou ser autônomo. A liberdade de escolha é toda sua!

No entanto, é preciso ter em mente que trabalhar apenas por conta própria pode não ser suficiente se você iniciando sua carreira. É importante ter orientação ou, aconselhamento.

Sendo assim, se esse é seu objetivo, saiba que a internet está cheia de pessoas que pensam como você, e você deve usar isso para sua vantagem. Participe de comunidades, fóruns de discussão e grupos da área. Aliás, o servidor de Discord da Hora de Codar te receberá muito bem! Lá você poderá interagir com outros desenvolvedores e trocar diversas experiências, seja com iniciantes ou programadores mais experientes.

Em quanto tempo vou dominar SQL?

O curso de “SQL do básico ao avançado (com MySQL e Projeto)” da Hora de Codar tem duração de 17 horas, que você pode acessar quando quiser. Tudo dependerá do seu tempo disponível, do quanto consegue praticar, se tem facilidade em aprender… O fato é que independente do tempo, o conhecimento adquirido será essencial para a sua carreira!

Enfim, é muito conteúdo, não é?

Vimos que os bancos de dados estão tão amplamente difundidos no mercado, e como consequência, os profissionais capacitados para lidar com eles estão sendo cada vez mais requisitados.

Sendo assim, quem quer trabalhar com desenvolvimento de softwares precisa aprender a SQL, pois a maioria dos sistemas de informação interage com banco de dados, e essa é a linguagem universal para fazer qualquer coisa nos bancos de dados relacionais, que é o tipo mais usado atualmente.

Portanto, na hora de escolher o seu futuro como desenvolvedor, acrescente este diferencial no seu currículo. A Hora de Codar está aqui para te ajudar com isso, seja com nossos cursos, artigos no blog ou conteúdos no Instagram! Basta nos acompanhar!

Até a próxima!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments