Neste artigo você aprenderá as diferenças de BehaviorSubject e Observable, recursos importantes para projetos com Angular

BehaviorSubject e Observable capa

Fala programador(a), beleza? Bora aprender mais sobre Angular e RxJS!

No universo reativo do JavaScript, com bibliotecas como RxJS, muitas vezes nos deparamos com termos que, à primeira vista, podem parecer complexos ou confusos.

Entre esses termos, estão o BehaviorSubject e o Observable. Ambos são fundamentais no mundo da programação reativa, mas o que exatamente eles fazem e qual é a diferença entre eles?

O que é Observable?

Definição

Um Observable é uma das peças centrais do RxJS. Ele representa uma fonte de valores ou eventos, que outros podem se inscrever.

Ao se inscrever em um Observable, você basicamente diz: “Quero ser notificado sempre que este Observable produzir um novo valor ou evento”.

Funcionamento

Quando você se inscreve em um Observable, ele começa a “executar” ou “emitir” valores. Estes valores podem ser emitidos uma vez ou várias vezes, dependendo do Observable.

import { Observable } from 'rxjs';

const meuObservable = new Observable(subscriber => {
  subscriber.next('Olá');
  subscriber.next('Mundo!');
});

meuObservable.subscribe(valor => console.log(valor));

O que é BehaviorSubject?

Definição

Um BehaviorSubject é um tipo especial de Observable. Ele não apenas emite valores para seus assinantes, como um Observable regular, mas também tem a capacidade de “lembrar” o último valor emitido.

Assim, qualquer novo assinante de um BehaviorSubject imediatamente receberá o último valor que foi emitido, mesmo que essa emissão tenha ocorrido antes da subscrição.

Funcionamento

Ao criar um BehaviorSubject, você precisa fornecer um valor inicial. Este valor será o primeiro a ser recebido por qualquer assinante, a menos que outro valor tenha sido emitido posteriormente.

import { BehaviorSubject } from 'rxjs';

const meuBehaviorSubject = new BehaviorSubject('Olá');
meuBehaviorSubject.subscribe(valor => console.log(valor)); // Saída: Olá
meuBehaviorSubject.next('Mundo!');
meuBehaviorSubject.subscribe(valor => console.log(valor)); // Saída: Mundo!

Diferenças-chave entre BehaviorSubject e Observable

Agora que entendemos os conceitos básicos, vamos resumir as principais diferenças:

  1. Valor Inicial: O BehaviorSubject requer um valor inicial e sempre retornará o último valor ao novo assinante. Por outro lado, um Observable não tem essa característica; ele simplesmente emite valores para assinantes atuais.
  2. “Memória”: O BehaviorSubject “lembra” o último valor que emitiu, enquanto um Observable regular não tem essa capacidade.
  3. Uso: O BehaviorSubject é frequentemente usado em situações onde você quer compartilhar um único valor entre várias partes da sua aplicação e saber sempre o último valor atual, como um serviço de configuração ou um store de estado. Já o Observable é mais genérico e pode representar qualquer fonte de valores.

Quer aprender mais sobre programação? Conheça nosso canal no YouTube:

Conclusão

Entender a diferença entre BehaviorSubject e Observable é fundamental para trabalhar eficientemente com programação reativa no JavaScript.

Ambos têm seus usos e características, e saber quando usar cada um pode ajudá-lo a criar aplicações mais eficientes e limpas.

Lembre-se sempre de que, no final, ambos são ferramentas e a escolha entre eles deve ser baseada nas necessidades específicas de seu projeto.

Está buscando evoluir como Programador? Confira o nossos cursos de programação.

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments